Como escolher que curso/carreira seguir?

Foto: CANVA

Escolher qual curso ou carreira seguir é uma das tarefas mais complicadas, especialmente na fase da adolescência, quando aparentemente diversos campos de estudo nos agradam, o que pode nos levar a sentir como se estivéssemos em um labirinto, sem saber ao certo para onde ir ou o que decidir. Afinal, decidir qual carreira ou projeto de vida seguir é essencial para evitar frustrações. Ninguém gosta de seguir uma carreira e descobrir que não gostava tanto assim daquela área, o que acontece muitas vezes quando não temos muita prática na função, apenas uma visão superficial de como aquele campo se desenvolve ou se apresenta de forma atraente. No entanto, devemos ter em mente que todas as áreas - sem exceção - exigem estudo profundo, dedicação e um aprofundamento empírico nada prazeroso.

Foto: CANVA

Mas gostar de uma área não é suficiente para segui-la? Ah, não. Gostar de cantar não faz de ninguém um cantor, mas é claro que, com estudo, todos podem alcançar um determinado caminho. No entanto, é necessário levar em consideração suas paixões, frequência, hábito e seu grau de contato com a área. Sobretudo, se em algum momento você procurou se inteirar sobre períodos históricos, curiosidades, ou se busca com frequência se informar sobre determinado assunto, isso fará você enxergar a profissão com mais cautela e cuidado na hora de escolher uma carreira.Mas, eu gosto de muitas áreas, como decidir? Se você ama estudar diferentes áreas e possui grandes dons e atribuições referentes a muitos caminhos, você pode optar por seguir uma carreira que descreva você por inteira. Todos amam nadar, mas apenas alguns gostam da água do mar, há nadadores que nasceram apenas para as águas da piscina, e essa diferença é o que promove não apenas a área na qual você irá atuar, mas a forma como irá impactar a vida das pessoas durante o exercício da função.

Mas e se eu cursar algo e não gostar? Existe a possibilidade de você descobrir que tomou um caminho errado ou optar por uma carreira com a qual você não se identifica tanto, principalmente se você optar por segui-la com pouco afinco ou intimidade com a área à qual se propôs se envolver. Há quem diga que escolher uma área errada é uma ótima oportunidade para aprofundar-se e, talvez, descobrir que talvez goste. Se você está estudando um curso do qual não gosta, lembre-se de que o exercício da função é completamente diferente do exercício dos estudos, que é algo mais genérico e direcionado para a formação do profissional, o que exige um estudo mais pautado menos na prática efetiva, mas no estudo geral dos conhecimentos que formam os saberes daquela profissão.

Caso você se veja nessa situação, não se desespere. Procure ajuda de profissionais de orientação vocacional, converse com pessoas que já atuam na área que você está cursando e busque oportunidades de estágio ou projetos extracurriculares que possam te ajudar a ter uma visão mais ampla da profissão.

Mas, como não errar na hora de escolher um curso?

Uma excelente alternativa para escolher que caminho seguir os estudos é buscar realizar testes vocacionais, um dos mais usados e conhecidos é o The Career, uma excelente plataforma de estudo vocacional para desbloquear seus conhecimentos e direcionar você para um curso que combine em todos os sentidos com os aspectos que você gosta.

Você também pode realizar o teste vocacional do descomplica ou do Guia da carreira.

© all rights reserved
made with by templateszoo