When Evil Lurks: O terror que reacendeu Demián Rugna



SINOPSE: Dois irmãos correm para impedir a proliferação do mal encarnado enquanto uma epidemia de possessões demoníacas se espalha pela sua comunidade rural.

RESENHA

When Evil Lurks ou quando o mal espreita (pt-br) ou Cuando Acecha la maldad é um filme de terror psicológico argentino escrito e dirigido por Demián Rugna. O filme conta a história de dois irmãos que ouvem tiros durante a noite e saem para investigar encontrando o corpo de um homem pela metade, a forma da morte não nos é relevada, apenas hipóteses são levantadas. Perto do local do ocorrido eles encontram uma senhora que mora na casa com seus dois filhos, sendo um deles Uriel, um padre que estava há cerca de um ano acamado e apodrecido pela possessão de um espírito maligno, que, segundo lendas, estava destinado a trazer o fim dos tempos por meio do nascimento do mal. O corpo possuído é também a única forma de matar o demônio e evitar que ele se prolifere no mundo. Após o desaparecimento de Uriel, uma série de possessões demoníacas começa a tomar conta de toda a região, afetando casais, animais e pessoas aleatórias em diversos pontos da cidade, iniciando uma chacina sem precedentes para aquela região rural.

Qual a explicação do filme When Evil Lurks?


O demônio não pode ser morto de maneira fácil, o que se sabe é o que é revelado no roteiro, como:

1. Não use luzes elétricas

2. Não o mate com armas de fogo, isso provoca a ira dos possuídos os levando para uma nova vítima, ou pior, vitimando os provocadores de sua ira. Isso ocorre com os irmãos que provocam o demônio e veem suas famílias dizimadas por sua ira.

3. Jamais chame a criatura por seu nome, o que é interessante, uma vez que, em todos os filmes de terror produzidos sobre demônio, saber o nome é uma forma de exorcizá-lo do corpo da vítima. Ou seja, o nome da criatura te dá poder sobre ela.

Não há nenhuma lenda urbana ou semelhante que explique os caminhos tomados pelo diretor. A obra é uma forma de explicar o anticristo que renasceria e andaria pela terra. A teoria geral explica que após o surgimento do anticristo ele andaria pela terra e todos experimentariam anos felizes, como se nada tivesse acontecido, até que o terrível dia chegasse. É o que podemos observar. Após toda a destruição e nascimento do mal no roteiro, os anos seguem, e os irmãos vivem suas vidas como se nada tivesse acontecido até que algo surge demonstrando uma continuação no enredo.

O filho de Pedro fica possuído?

Infelizmente, a angústia de Pedro não se encerra. Na cena final do epílogo, vemos Pedro preparando sorvete de maçã para seu filho autista, Jair (Emilio Vodanovich), dando a entender que talvez ele tenha conseguido retomar alguma normalidade após os eventos traumáticos. No entanto, essa esperança é efêmera. Em uma das cenas mais perturbadoras do filme - o que é dizer muito - Jair tosse uma grande mecha de cabelo, seguida pelo colar que sua avó costumava usar. Seus olhos então se voltam brevemente para Pedro.

Pedro parece atordoado com isso, mas o sinal estava claro. A pregadora aposentada (Silvina Sabater) havia previsto isso quando viu Jair no início do filme.

“Um demônio entrou em sua cabeça e ficou preso”, ela disse. “Eu vi isso em pessoas autistas. Eles invadem seus corpos, mas não conseguem compreender suas mentes. Eles podem ficar perdidos nesse limbo por um longo tempo sem desatar o nó, e então eles os possuem.”

Por que só os adultos eram mortos?

O que se nota é que todas as crianças são influenciadas pelo mal. A cena inicial em que a filha de Pedro é atacada e levada pelo cachorro da família é uma das mais impactantes, mas ela reaparece aparentemente ilesa enquanto prevê a morte da mãe, Sabrina. Novamente, o demônio se apodera de Jair, outro filho de Pedro com Sabrina, e mais uma vez, as crianças são usadas nas cenas finais para proteger o demônio em uma escola abandonada onde tudo termina.

Mas por que os professores e outros adultos foram mortos e as crianças permaneceram ilesas?

O diretor não fornece detalhes sobre o motivo, mas talvez seja porque o demônio iria renascer no corpo de uma criança, portanto, todos os seus seguidores também deveriam ser crianças, já que todos os adultos eram conhecedores do mal e desejavam acabar com o reinado do demônio a todo custo.

Outro fator pode ser que as pessoas esperam que o mal seja derrotado por um adulto, pois eles representam uma figura de poder e controle da situação. E quando o esperado não ocorre, o medo se espalha, o que pode resultar em tensão e maior controle do demônio sobre a situação.

CRÍTICA GERAL

“When Evil Lurks” é um filme de terror argentino que se destaca por sua abordagem única e inovadora do gênero. O enredo é intrigante e mantém o público na ponta da cadeira do início ao fim. A ideia de que o mal é uma entidade física que pode ser transmitida de um corpo para outro é uma reviravolta fascinante nos tropos tradicionais do terror.

A direção do filme é excepcional, com uma atenção meticulosa aos detalhes que realmente traz a história à vida. As cenas são filmadas de maneira a maximizar a tensão e o medo, e há uma sensação palpável de desconforto e medo que permeia todo o filme.

O roteiro é igualmente impressionante, com diálogos bem escritos e personagens bem desenvolvidos. A história é complexa e cheia de reviravoltas inesperadas que mantêm o público adivinhando até o final. Além disso, a maneira como a história lida com temas de possessão e mal é inteligente e pensativa.

Em suma, “When Evil Lurks” é um excelente exemplo de cinema de terror, com uma direção sólida e um roteiro inteligente que oferece uma visão fresca e emocionante do gênero. É um filme que certamente agradará aos fãs de terror e que deixará uma impressão duradoura.

© all rights reserved
made with by templateszoo