Dia das Crianças: livros infantis como sugestões de presentes

Confira 8 dicas para crianças e adolescentes com diversas temáticas



Como outubro é o mês das crianças, que tal aproveitar o período para apresentar aos pequenos o mundo da literatura infantojuvenil? E já que no dia 12 a tradição é dar presentes, a Colli Books Editora listou 8 dicas de leitura com diversos autores que abordam temas como diversidade, sustentabilidade, autismo, empreendedorismo e amizade. São assuntos que a garotada pode aprender de maneira leve e com muito entretenimento.

Segundo Isa Colli, gestora da editora Colli Books, a leitura é uma oportunidade de abrir portas para o mundo do conhecimento, e com isso, levar a meninada a estimular a criatividade. “Fico muito feliz em oferecer livros que têm o poder de transformar e desenvolver o lado crítico das crianças. E o principal é que escolher livros no lugar de brinquedos é diversão garantida. Acredite”, ressalta a executiva.

Confira a lista de livros para o Dia das Crianças:

 

O menino que descobriu as cores

Os autores Tais Faccioli e Tiago Vilariño oferecem às crianças aquela ajudinha para pintar o sete e o leitor acompanha as peripécias do personagem Jorginho em suas andanças pelo mundo das cores. Durante a leitura, a dica é deixar com as crianças papel, lápis de cor, giz de cera, aquarela, guache ou o que tiver em casa, para que elas possam criar seus desenhos enquanto ouvem a história.

Como sobreviver até os 13 anos

Do autor Claus Cataldi. O adolescente criou um diário das suas próprias vivências com conselhos que podem ser úteis para a garotada que, certamente, vai se identificar com muitas situações. O título traz, de forma leve e divertida, acontecimentos rotineiros de sua infância, apontando dicas e soluções, uma espécie de autoajuda para o público teen.

Como música para os ouvidos

 

O livro da autora Isa Colli conta a história de Nicolas, um garoto autista que enfrenta desafios importantes ao ingressar em uma escola regular. A narrativa destaca a jornada do protagonista, sua família e os professores que o apoiam, demonstrando que a inclusão é possível quando há amor, compreensão e dedicação.


Uma das características mais marcantes da obra é a capacidade da autora de transmitir, de forma delicada e autêntica, as experiências do menino Nicolas, permitindo que os leitores compreendam as complexidades do autismo e as emoções do garoto.


Além disso, "Como Música para os Ouvidos" oferece uma visão valiosa sobre o papel dos educadores na inclusão de alunos com deficiência. Os atores que cercam Nicolas são apresentados como modelos positivos de professores que se esforçam para criar um ambiente escolar inclusivo e acolhedor.

 

Com os pés sujos de Lama

E quem precisa dar um alerta sobre o excesso de tecnologia, o livro “Com os pés sujos de Lama” pode dar uma ajudinha. A escritora Ana Rapha Nunes mostra a importância que atribui aos vínculos construídos na infância, seja com a mãe, o pai, a avó, um amigo, enfim, relacionamentos que cada vez mais vão se tornando distantes em nosso tempo de pressa, muito trabalho e contatos virtuais.

 

As aventuras de Aduke

 

Uma história da escritora Eliane Benício que se passa na escola e ensina cidadania para as crianças. Quando pequenos, não sabemos ao certo quem somos ou por que somos assim, assado ou ensopado. Mas é de pequeno que a gente descobre as coisas. Aduke ficou encantada ao conhecer suas origens africanas! Ela quis logo contar aos seus amigos da escola, que também partilharam o que sabiam de suas próprias origens! E todos ali perceberam e se alegraram de pertencer a um lugar com tanta riqueza e diversidade!

 

O Rio Grinalda

Nos dias de hoje, é impossível não pensar na sustentabilidade do planeta. “O Rio Grinalda” é a opção ideal para aproximar a meninada deste universo. O livro da escritora Isa Colli fala sobre poluição dos rios, alerta para a degradação ambiental e a mostra a importância da reciclagem. Nesta história, os bichos ensinam como agir diante de situações de depredações e falta de cuidado com a natureza.

A fada Verduxa  

 

E para quem gosta de folclore, não há melhor escolha que “A Fada Verduxa”. A protagonista - metade fada, metade curupira —, é protetora das matas de uma belíssima região chamada Montes Belos. O local sofre a ação de um ganancioso madeireiro, mas Verduxa faz de tudo para defender sua floresta. É uma dica de leitura perfeita, que pode incentivar também a pesquisa sobre as diferentes lendas do curupira existentes em nosso folclore.

Tatúlio em: conta comigo

Dos autores Renato Oliveira e Marcelo Correia mostra às crianças e seus pais a importância de se colocar no papel do próximo, especialmente quando esse está passando por alguma situação ruim.

 

Todos os livros da editora podem ser encontrados facilmente no Brasil, na Europa e no mundo todo nos principais sites de e-commerce no formato impresso e e-book. Seguem alguns exemplos de lojas: Amazon, Wook, Fnac, Americanas, Submarino, entre outros.

Informações: www.collibooks.com.br

© all rights reserved
made with by templateszoo