Entrevista com Edgar farinon, autor de "A Busca do Triunfo"

Foto:Divulgação / Acervo pessoal do autor

Entrevistamos o renomado professor e palestrante Edgar Farinon, autor de best-sellers como "A Busca do Triunfo" e "Oratória - a arte de se comunicar". Com uma vasta experiência na área de treinamentos e palestras, Farinon compartilha conosco sua trajetória de sucesso e os segredos para uma vida plena, tanto material quanto espiritual. Em uma conversa envolvente, ele nos revela suas inspirações, projetos futuros e a importância de colocar em prática as técnicas e ensinamentos presentes em suas obras. Acompanhe essa entrevista exclusiva e descubra como alcançar o sucesso em todas as áreas da sua vida.


Confira a entrevista na íntegra:



1. Quando decidiu se tornar um escritor?

Ler e escrever sempre fizeram parte da minha vida. Desde que aprendi no primeiro ano escolar, gostava de escrever pequenas frases.


2. Qual foi o seu primeiro livro escrito? Você chegou a concluí-lo? Já abandonou algum projeto de escrita?

Quando era adolescente, comecei um livro sobre minha vida, mas logo pensei que não tinha conteúdo suficiente para uma biografia e desisti.


3. Como você escolhe os temas e o enredo dos seus livros?

O tema é autoajuda, o que é muito amplo. Para o enredo, começo e deixo a imaginação fluir.


4. Você se inspira em algum autor ou obra específica para escrever?

Eu leio muito, então todo conhecimento que adquiro acaba influenciando minha escrita. Assim como outros escritores, não tenho um autor específico como base.


5. Existe algum ritual para escrever um livro? Qual funciona para você?

Eu gosto de escrever de madrugada, pois o silêncio me ajuda a criar mais. Acredito que cada pessoa deve tentar diferentes formas e escolher a que melhor se adapta.


6. Quais são seus livros publicados atualmente? Qual foi o mais complexo?

Lancei "A Busca do Triunfo", que começou a vender rapidamente em todo o mundo. Esse foi complexo porque era o primeiro. Depois, lancei "Oratória - a arte de se comunicar", que chegou a quarto lugar mais vendido na categoria durante o lançamento. O próximo será a tradução para o inglês e será o mais complexo por causa das diferenças na aplicação da oratória em diferentes países.


7. Você utiliza rascunhos, anotações ou esboços para não se perder na escrita?

Sim, faço anotações abaixo do que estou escrevendo e também uso o bloco de notas do celular quando estou fora.


8. O que não pode faltar durante seu processo criativo? Como você lida com a ausência de inspiração?

Não pode faltar solidão. Preciso estar sozinho. Quando falta inspiração, faço outra coisa até que ela retorne.


9. O que podemos esperar para seus próximos livros?

Estou concluindo um livro que trata do poder e da capacidade mental para realizar coisas, seguindo a linha de "A Busca do Triunfo". O próximo livro será sobre relacionamentos humanos, também utilizando uma história para transmitir técnicas de desenvolvimento.


10. Como você enxerga a vida dos autores no cenário político atual?

Esse é um tema complexo que prefiro não comentar, pois cada autor tem uma experiência diferente. Para mim, isso não interfere, pois busco caminhos diferentes e sigo aqueles que trazem resultados.


11. Que conselho você daria para alguém que quer escrever seu primeiro livro?

Escreva sem contar para ninguém. Lance sem avisar a ninguém. Dessa forma, os críticos não terão a oportunidade de dizer que você não é capaz. Encontre apoiadores discretos que se tornarão amigos próximos, enquanto outros amigos podem se afastar. Estranho, mas verdadeiro.

© all rights reserved
made with by templateszoo