Resenha: Luz latente sobre o subterrâneo dos anti-humanos, de Everton Gullar

APRESENTAÇÃO

Solum Vindex esteve ausente por muito tempo, durante mais da metade da sua vida, perdido em escuridão tentou se encontrar. E foi graças a Dulcis, sua única filha, que buscou forças nos momentos mais difíceis e conseguiu se salvar.Só que agora o mundo masculino destruiu tudo que ele tentava reconstruir. Sim, um mundo de autoproteção masculina e capitalista levou da sua vida o amor e a esperança.

RESENHA

O livro conta a história de Solum Vindex, filho de ricos empresários e ex-bon-vivant. Solum é um homem atormentado, cujo histórico de dependência química destruiu sua juventude e família. Sua relação com os pais é conflituosa e ele sofre com a recente perda da filha, Dulcis, que cometeu suicídio após uma profunda depressão. Solum sabe quem são os responsáveis pela morte da filha e carrega o peso da culpa por não ter feito mais por ela. Agora, em busca de redenção, ele enfrenta uma verdadeira tormenta em sua vida.

Vivendo separado de sua ex-esposa e de sua filha, Solum incorporava o típico rico inconsequente, abusando de álcool, mulheres e drogas. A distância de sua filha foi abruptamente quebrada quando sua ex-esposa contou que Dulcis foi drogada em uma festa e estuprada pelo herdeiro de uma das famílias mais poderosas da cidade, envolvida com políticos e traficantes na mesma intensidade. O julgamento de Dulcis foi uma farsa, com os advogados da família Barata e de Dulcis em conluio com o juiz, inocentando o acusado, apesar das provas. Além de perder o julgamento, Dulcis teve sua intimidade devassada pela mídia sensacionalista local. Num último ato de desespero, não encontrando outra saída para seu sofrimento, Dulcis tirou a própria vida, e Solum nem sequer foi ao cemitério.

Mas uma mistura de sentimentos tomou Solum quando reconheceu seus erros e percebeu que só restava a lembrança de sua filha, Dulcis, que precisava ser vingada. Ele partiu para colocar em prática um plano de vingança contra todos os envolvidos no julgamento e o covarde agressor de sua filha.

Após um intenso treinamento, Solum iniciou sua vingança, sendo chamado pelos jornais de "assassino Balaclava", aterrorizando os cidadãos. O plano não saiu como planejado, e seu pai teve que terminar o que ele começou, trazendo paz e conforto no abraço paterno.

Depois de vingar a honra de sua filha, Solum fundou uma ONG para ajudar mulheres vítimas de violência. Mesmo com a vida voltando ao normal, as marcas da vingança e da violência permaneciam nele. Com o aumento dos casos de violência contra mulheres, ele estava determinado a continuar lutando contra esse mal.

O livro aborda temas pesados e críticos da sociedade. Solum é consumido pelo luto e ódio, buscando vingança. No entanto, sua jornada como anti-herói levanta questões sobre justiça e as consequências de suas ações. O caminho de matança pode não ser a solução definitiva, mas a clínica que fundou foi um passo necessário.

O livro é uma leitura envolvente e emocionante, que nos faz refletir sobre a justiça, vingança e as consequências de nossas ações. A história de Solum Vindex é profundamente comovente e nos faz torcer por ele em sua busca por redenção. A abordagem dos temas pesados da sociedade, como violência contra mulheres e corrupção, é feita de forma realista e impactante. Além disso, a mensagem de esperança e perseverança ao final do livro, com a criação da ONG, traz um toque de otimismo. Recomendo a leitura para quem gosta de tramas intensas e que nos fazem refletir.

© all rights reserved
made with by templateszoo