[RESENHA #930] Aurora: O despertar da mulher exausta, de Marcela Ceribelli


“Aurora: O despertar da mulher exausta” é um livro impactante e inspirador, escrito pela renomada jornalista Marcela Ceribelli. A obra traz à tona a realidade das mulheres modernas, sobrecarregadas e exaustas, que lutam diariamente para conciliar carreira, família, relacionamentos e cuidados pessoais. Através de depoimentos emocionantes e histórias reais de mulheres reais, o livro nos leva a refletir sobre os desafios e as pressões enfrentadas pelas mulheres na sociedade contemporânea, bem como sobre as mudanças necessárias para alcançar uma vida mais equilibrada e plena. Entre os personagens principais, destacam-se mulheres de diferentes idades, origens e profissões, que compartilham suas experiências e aprendizados. A autora também apresenta pesquisas e estudos que evidenciam a importância de cuidar da saúde física e mental para ter uma vida mais feliz e produtiva. Com uma linguagem acessível e cativante, “Aurora: O despertar da mulher exausta” é uma leitura indispensável para todas as mulheres que buscam se entender melhor e conquistar mais qualidade de vida. Uma obra que vai inspirar e transformar a vida de muitas pessoas

RESENHA

Aurora: O despertar da mulher exausta, de Marcela Ceribelli, é um livro que aborda os dilemas, as angústias e as expectativas das mulheres contemporâneas, que se sentem pressionadas a serem perfeitas em todos os aspectos da vida. A autora, que é CEO e diretora criativa da Obvious, uma agência de produção de conteúdo voltado para o público feminino, compartilha suas experiências pessoais, suas reflexões e seus aprendizados sobre temas como carreira, relacionamentos, autoestima, saúde mental e felicidade.

O livro não tem um enredo linear, mas sim uma estrutura de ensaio, dividido em quatro partes: Amanhecer, Meio-dia, Entardecer e Anoitecer. Cada parte corresponde a uma fase da vida da mulher, desde a infância até a maturidade, e traz capítulos curtos, com títulos provocativos e linguagem coloquial. Alguns exemplos são: "A culpa é da Barbie", "O mito da mulher multitarefa", "O que você quer ser quando crescer?" e "O amor próprio é um caminho sem volta".

A mensagem principal do livro é que as mulheres podem e devem se libertar das amarras sociais que as oprimem e as limitam, e que elas têm o direito de escolher o que as faz bem, sem se preocupar com as opiniões alheias. A autora propõe que as mulheres se conheçam melhor, se aceitem como são, se respeitem, se cuidem e se amem, e que busquem o equilíbrio entre as diversas áreas da vida, sem se cobrar demais ou se comparar com os outros. Ela também incentiva as mulheres a se apoiarem, se fortalecerem e se empoderarem, formando uma rede de sororidade e solidariedade.

Os ensinamentos que o livro traz são diversos, e podem variar de acordo com a interpretação e a identificação de cada leitora. Alguns exemplos são: a importância de valorizar a própria história, a própria voz e a própria singularidade; a necessidade de questionar os padrões impostos pela sociedade, pela mídia e pelo mercado; a possibilidade de transformar as dificuldades em oportunidades de crescimento e de mudança; a relevância de cultivar hábitos saudáveis, como praticar exercícios físicos, meditar, ler, viajar e se divertir; e a urgência de priorizar a própria felicidade, que é um estado interno e não depende de fatores externos.

A biografia da autora, de forma breve e resumida, é a seguinte: Marcela Ceribelli nasceu em São Paulo, em 1991, mas mudou-se para o Rio de Janeiro aos dois anos de idade. Formou-se em publicidade e propaganda pela PUC-Rio, e trabalhou em diversas agências de comunicação, como a Ogilvy e a Wieden+Kennedy. Em 2015, fundou a Obvious, uma agência de produção de conteúdo voltado para mulheres, que conta com mais de um milhão de seguidores no Instagram. Em 2019, lançou o podcast Bom dia, Obvious, que aborda temas como autoconhecimento, bem-estar, carreira e cultura. Em 2020, criou a Chapadinhas de Endorfina, uma plataforma de conteúdo sobre atividades físicas e saúde mental. Em 2022, publicou seu primeiro livro, Aurora: O despertar da mulher exausta, pela editora HarperCollins.

A comparação com outros escritos da autora pode ser feita a partir dos conteúdos que ela produz para a Obvious, para o podcast Bom dia, Obvious e para a Chapadinhas de Endorfina. Em todos esses canais, a autora mantém um estilo de escrita e de fala leve, divertido, sincero e inspirador, que busca se conectar com as mulheres de forma empática e afetiva. Ela também aborda temas semelhantes aos do livro, como autoestima, relacionamentos, carreira, saúde e felicidade, mas com diferentes formatos, linguagens e abordagens. O livro, portanto, pode ser visto como uma síntese, uma ampliação e uma aprofundamento dos outros escritos da autora, que refletem sua trajetória pessoal e profissional.

O livro Aurora: O despertar da mulher exausta, de Marcela Ceribelli, é uma obra que traz uma perspectiva atual, relevante e necessária sobre a realidade das mulheres no século XXI, que enfrentam diversos desafios, pressões e conflitos em um mundo cada vez mais acelerado, competitivo e exigente. A autora consegue mesclar sua vivência pessoal com dados e referências de diversas fontes, criando um texto rico, informativo e envolvente, que dialoga com as leitoras de forma direta e honesta. O livro também se destaca pela linguagem acessível, pelo humor inteligente e pela sensibilidade da autora, que transmite sua mensagem com clareza, simplicidade e otimismo. O livro é, portanto, uma leitura recomendada para todas as mulheres que buscam se conhecer melhor, se libertar de padrões opressores e se empoderar de sua própria felicidade.

Postar um comentário

Comentários