[RESENHA #908] Quem pensa enriquece, de Napoleon Hill


Quem Pensa Enriquece é baseado no resultado de mais de 20 anos de estudo e análise de indivíduos que acumularam fortunas pessoais.

Napoleon Hill estudou os hábitos de 16 mil pessoas, entre elas 500 milionários e os homens mais ricos de sua época, e chegou às “leis” que devem ser aplicadas para a conquista do sucesso.

Quem Pensa Enriquece condensa essas leis dando a você os 13 princípios na forma da “Filosofia da Conquista”. Mark Hansen, disse que o tempo mostrou que duas das leis/princípios possuem especial importância:

1) O princípio da Mastermind (Mente Mestra) e

2) A necessidade de um Objetivo Definido.

O livro afirma que desejo, unido à fé e à persistência, pode levar o indivíduo a realizar qualquer feito, desde que este possa se livrar de pensamentos negativos e manter o foco em seu objetivo.

RESENHA

Pense e enriqueça é um livro de autoajuda escrito por Napoleon Hill, um dos pioneiros do gênero. Publicado em 1937, o livro é fruto de uma pesquisa de mais de 20 anos realizada pelo autor, que entrevistou centenas de pessoas bem-sucedidas, como Thomas Edison, Henry Ford e Andrew Carnegie, para descobrir os princípios que regem o sucesso financeiro.

O livro apresenta 13 passos que, segundo Hill, são essenciais para alcançar a riqueza e a felicidade. Esses passos envolvem aspectos como o desejo ardente, a fé, a persistência, o planejamento, a imaginação, o entusiasmo, a cooperação, a liderança, a autoconfiança, o autocontrole, a iniciativa, a tolerância e o sexto sentido. Cada capítulo do livro explica um desses passos, dando exemplos, exercícios e dicas práticas para o leitor aplicar em sua vida.

O livro não tem um enredo ou personagens principais, mas sim uma série de histórias reais e fictícias que ilustram os conceitos abordados pelo autor. O livro também não tem uma simbologia explícita, mas sim uma mensagem principal: o poder do pensamento positivo e da ação consciente para transformar os sonhos em realidade. O livro ensina que o sucesso depende mais da atitude mental do que das circunstâncias externas, e que qualquer pessoa pode desenvolver as qualidades necessárias para vencer na vida.

Napoleon Hill foi um escritor norte-americano que nasceu em 1883 e morreu em 1970. Ele teve uma vida de altos e baixos, trabalhando em diversos ramos, como jornalismo, publicidade, educação e consultoria. Ele foi influenciado pelo empresário Andrew Carnegie, que o desafiou a criar uma filosofia de realização pessoal baseada nas características dos homens de sucesso. Ele também foi assessor de dois presidentes dos Estados Unidos, Woodrow Wilson e Franklin Roosevelt.

Pense e enriqueça foi o livro mais famoso de Napoleon Hill, mas ele escreveu outras obras sobre o mesmo tema, como A lei do triunfo, A chave mestra das riquezas, Mais esperto que o diabo, A ciência do sucesso e Atitude mental positiva. Esses livros ampliam e aprofundam os conceitos apresentados em Pense e enriqueça, oferecendo mais ferramentas e estratégias para o leitor alcançar seus objetivos.

A resenha do livro Pense e enriqueça pode ser feita de forma crítica, analisando as informações coletadas. Uma possível crítica é a seguinte:

Pense e enriqueça é um livro que tem o mérito de inspirar e motivar milhões de pessoas a buscar seus sonhos e a melhorar suas vidas. O livro traz princípios universais e atemporais, que podem ser aplicados em qualquer época e contexto. O livro também tem uma linguagem simples e acessível, que facilita a compreensão e a assimilação dos conceitos.

No entanto, o livro também tem alguns pontos fracos e limitações. O livro é baseado em uma visão individualista e materialista do sucesso, que pode ignorar ou minimizar os fatores sociais, políticos, geográficos e antropológicos que influenciam as oportunidades e os desafios das pessoas. O livro também pode gerar uma falsa expectativa ou uma culpa excessiva no leitor, que pode acreditar que o sucesso depende apenas de si mesmo, e que o fracasso é resultado de sua falta de esforço ou de fé. O livro também pode ser visto como uma forma de manipulação ou de alienação, que visa estimular o consumismo e a competição, em detrimento da cooperação e da solidariedade.

Portanto, o livro Pense e enriqueça pode ser uma fonte de inspiração e de aprendizado, mas também deve ser lido com senso crítico e com discernimento, levando em conta as nuances e as complexidades da realidade. O livro pode ser um meio, mas não um fim, para o leitor buscar o seu próprio conceito de sucesso e de felicidade.

Postar um comentário

Comentários