[RESENHA #898] Conversas corajosas, de Elisama Santos

Como estabelecer limites, lidar com temas difíceis e melhorar os relacionamentos através da comunicação não violenta.

Em Conversas corajosas, Elisama Santos, psicanalista, consultora em comunicação consciente e educadora parental, nos propõe a um mergulho no autoconhecimento, a partir dos pilares da comunicação não violenta (CNV). A CNV foi desenvolvida por Marshal Rosenberg, autor de frases como: “Quando compreendemos as necessidades que motivam nosso próprio comportamento e o de outros, não temos inimigos” e “A CNV nos ajuda a nos conectarmos uns com os outros e com nós mesmos de uma forma que permite que nossa compaixão natural floresça”.

Elisama, que chegou à lista dos livros mais vendidos do país, guia leitoras e leitores em sete capítulos, desenhados por meio de histórias vividas, lidas ou ouvidas. Nessa jornada, é possível entender o que é coragem – e como ela pode guiar as suas ações – e qual a importância, nos relacionamentos, de conhecer os próprios limites e o que realmente importa para você.

Autora celebrada, Elisama também ajuda a identificar, sem procurar por mocinhos(as) e vilões(ãs), as pequenas chantagens emocionais do dia a dia – as que fazemos e as que recebemos – e como sair delas. Faz com que percebamos que relacionamentos pedem mais que amor e nos oferece ferramentas para chegar a uma comunicação mais clara, capaz de chegar a um meio-termo entre os próprios desejos e os do outro.

Especialista em comunicação consciente, ao abordar a segunda camada das nossas conversas, Elisama nos ensina a como escutar para além das próprias projeções. No tópico “Lidando com temas difíceis”, ela nos apresenta caminhos para agir quando a opinião do outro parece absurda demais para ser verdade. Por fim, nos ajuda a aceitar que a vulnerabilidade não é algo ruim, mas é uma arma poderosa para nos aproximar do outro.

Com prefácio de Joice Berth, Conversas corajosas é voltado a todas as pessoas que desejam conversar de igual para igual com pais, cônjuges, filhos, amigos e chefes, mesmo quando o assunto é difícil. Sua linguagem é leve, como uma conversa entre amigos, mas com conteúdo riquíssimo, entre explicações e dicas para aumentar a empatia e estabelecer relações honestas.

RESENHA

O livro Conversas corajosas, de Elisama Santos, é uma obra que aborda a comunicação não violenta (CNV) como uma forma de estabelecer limites, lidar com temas difíceis e melhorar os relacionamentos. A autora é psicanalista, consultora em comunicação consciente e educadora parental, e compartilha suas experiências e reflexões sobre como dialogar de maneira empática e honesta com pais, cônjuges, filhos, amigos e chefes.

O livro foi publicado em 2021 pela editora Paz & Terra, e faz parte da coleção Comunicação não violenta, que conta com outros títulos da autora, como Educação não violenta (2019) e Por que gritamos? (2020). O livro tem prefácio de Joice Berth, arquiteta, escritora e ativista do movimento negro, que elogia a obra de Elisama como um convite à coragem de se comunicar com autenticidade e respeito.

O livro está dividido em sete capítulos, que abordam os seguintes temas: o que é coragem, o que importa para você, os limites que você precisa estabelecer, as chantagens emocionais que você faz e recebe, o que o amor tem a ver com isso, a segunda camada das conversas e como lidar com temas difíceis. Em cada capítulo, a autora apresenta conceitos, exemplos, histórias, exercícios e dicas práticas para aplicar a CNV no cotidiano.

A CNV é uma metodologia criada por Marshal Rosenberg, psicólogo americano que dedicou sua vida a promover a paz e a reconciliação em diversos contextos de conflito. A CNV se baseia em quatro passos: observar os fatos sem julgar, identificar os sentimentos envolvidos, reconhecer as necessidades que motivam o comportamento e expressar um pedido claro e positivo. A CNV visa a criar uma conexão empática entre as pessoas, que possibilite a compreensão mútua e a cooperação.

O livro de Elisama Santos é uma leitura recomendada para quem deseja aprimorar suas habilidades de comunicação e relacionamento, tanto na esfera pessoal quanto na profissional. A autora escreve com uma linguagem leve, acessível e envolvente, que aproxima o leitor de suas vivências e reflexões. O livro também oferece uma perspectiva crítica e social sobre a CNV, abordando questões como diversidade, inclusão, equidade e justiça.

Conversas corajosas é um livro que inspira o leitor a se conhecer melhor, a se expressar com mais clareza e confiança, e a se relacionar com mais respeito e compaixão. É um livro que propõe um desafio: o de se comunicar de forma não violenta em um mundo marcado pela violência, pela intolerância e pelo individualismo. É um livro que convida o leitor a ser mais corajoso, mais humano e mais feliz.

Postar um comentário

Comentários