[RESENHA #892] Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes: Lições poderosas para a transformação pessoal, de Stephen R. Covey

Um dos livros mais inspiradores e impactantes do século XX, Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes cativa os leitores há quase três décadas. Ele transformou a vida de presidentes e CEOs, educadores e pais – milhões de pessoas de todas as idades e ocupações - e pode transformar a sua!

Presença constante na lista de best-sellers, Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes  agora em edição revista e ampliada, para comemorar seus 25 anos. Desde a primeira publicação da obra, muita coisa mudou no mundo empresarial e político. No entanto, os 7 hábitos estabelecidos por Stephen Covey são eternos e imutáveis, guiando e ajudando inúmeras pessoas neste meio século - sejam elas chefes de Estado ou indivíduos comuns.

Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes é uma abordagem holística e integrada à solução dos problemas pessoais e profissionais baseada em princípios. Com mais de 25 milhões de exemplares vendidos e traduzido para 38 idiomas, este manual revolucionário nos mostra como alcançar a paz de espírito e adquirir confiança por meio dos alicerces do comportamento humano no caráter e da compreensão dos princípios, não se detendo apenas a práticas.

Desde a primeira edição deste livro, os 7 hábitos mudaram não apenas o que as pessoas pensam sobre influência e realização pessoal, como também as atitudes motivadas por essas ideias. Os 7 hábitos, na verdade, modificaram a linguagem que usamos.

RESENHA

O livro Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes, publicado pela primeira vez em 1989, é considerado um dos mais influentes e impactantes do século XX na área de desenvolvimento pessoal e profissional. Escrito por Stephen R. Covey, mestre em administração pela Universidade Harvard e doutor pela Universidade Brigham Young, o livro apresenta uma abordagem holística e integrada à solução dos problemas que afetam a vida das pessoas em diferentes âmbitos, como família, trabalho, saúde, relacionamentos, etc.

O autor parte do princípio de que os hábitos são padrões de comportamento que determinam o nosso nível de eficácia, ou seja, a nossa capacidade de alcançar os resultados que desejamos. Para Covey, os hábitos são formados pela interação entre o conhecimento (o que fazer), a habilidade (como fazer) e a atitude (por que fazer). Assim, para mudar os nossos hábitos, precisamos mudar a nossa percepção da realidade, a nossa forma de pensar e agir, e os nossos valores e princípios.

Os sete hábitos propostos pelo autor são:

  • Seja proativo: assuma a responsabilidade pela sua vida, não se deixe levar pelas circunstâncias ou pelas opiniões alheias, mas tome a iniciativa de fazer as coisas acontecerem de acordo com os seus objetivos e valores.
  • Comece com o objetivo em mente: defina claramente a sua visão de futuro, o que você quer ser, fazer e ter, e crie um plano de ação para alcançá-la, baseado nos seus princípios e prioridades.
  • Primeiro o mais importante: organize o seu tempo e as suas atividades em função das suas metas e valores, não das urgências ou das expectativas dos outros, e foque no que é realmente relevante e significativo para você.
  • Pense ganha/ganha: busque soluções que beneficiem todas as partes envolvidas em uma situação, não apenas a si mesmo, e estabeleça relações de confiança e cooperação, em vez de competição e conflito.
  • Procure primeiro compreender, depois ser compreendido: pratique a empatia, ou seja, a capacidade de se colocar no lugar do outro, de ouvir com atenção e de entender as suas necessidades, sentimentos e pontos de vista, antes de expressar os seus próprios.
  • Crie sinergia: valorize a diversidade de opiniões, talentos e experiências, e trabalhe em equipe para criar soluções melhores e mais criativas do que as que você poderia criar sozinho.
  • Afine o instrumento: cuide da sua saúde física, mental, emocional e espiritual, e invista no seu crescimento e aprendizado contínuos, para manter o seu equilíbrio e a sua capacidade de enfrentar os desafios da vida.

O livro é dividido em quatro partes: a primeira introduz o conceito de paradigma, que é a forma como vemos o mundo e interpretamos a realidade, e mostra como os nossos paradigmas influenciam os nossos hábitos e comportamentos. A segunda parte apresenta os três primeiros hábitos, que estão relacionados à vitória sobre si mesmo, ou seja, à conquista da independência e do autocontrole. A terceira parte aborda os hábitos de quatro a seis, que estão ligados à vitória sobre o ambiente, ou seja, à construção de relações interdependentes e produtivas com os outros. A quarta parte trata do sétimo hábito, que é a base para a renovação e a melhoria contínua dos outros hábitos.

O livro é enriquecido com exemplos, histórias, citações, exercícios e ilustrações que facilitam a compreensão e a aplicação dos conceitos. Além disso, o autor oferece um apêndice com um resumo dos sete hábitos e um questionário para avaliar o seu nível de eficácia em cada um deles.

A obra de Covey é um clássico da literatura de autoajuda, que transcende as modas e as tendências, e se mantém atual e relevante até hoje. O autor não propõe fórmulas mágicas ou receitas prontas, mas sim princípios universais e atemporais, que podem ser adaptados à realidade e às necessidades de cada pessoa. O livro é um convite à reflexão e à ação, que desafia o leitor a assumir o protagonismo da sua vida, a buscar a sua realização pessoal e profissional, e a contribuir para a construção de um mundo melhor.

Postar um comentário

Comentários