RESENHA: Ano um, por Nora Roberts

É bom, mas poderia ser incrivelmente melhor.

Este é o primeiro livro de uma trilogia intitulada “crônicas da escolhida”,  e claro, abre toda linha narrativa da autora de forma clara e instigante, mas isso não se mantém por muito tempo.

Ainda não consegui entender como um livro inicia-se de forma tão esplendorosa – cenários, descrições, narrativa, fatos e etc -, acaba indo tão rápido de uma narrativa voraz e interessante para algo extremamente lento e difícil de se compreender, não falo no quesito interpretação, afinal, a autora narra cuidadosamente todo o ocorrido em sua obra, mas há (por diversos momentos) muita pouca empolgação dentro de suas linhas, e talvez isso seja culpa da minha leitura pausada – dia sim, dia não – , mas veremos…

ANO UM narra uma pandemia e uma série de acontecimentos que deixam a leitura completamente instigante e interessante, porém quando a autora começa a trabalhar o paranormal e sua obra, ela falha. A autora preocupou-se demasiadamente em criar um cenário perfeito, deixando de lado seus personagens que são completamente esféricos – repletos de grande densidade psicológica, mas que pouco mudam ou evoluem dentro da narrativa -, isso me causou um certo desconforto, pois em muitos momentos senti como se os personagens não pertencessem ao enredo construído pela autora, porém, podemos notar que ela empenhou-se em todos os sentidos para criar uma cadeia de acontecimentos para prender o leitor – e ela consegue –.

Mesmo com todos estes pontos, o livro deve ser lido de forma despretensiosa, livre de expectativas, mas cheio de temor. É claro que minha leitura acerca da obra foi inspirada através do contato com outras obras englobadas dentro do mesmo gênero, mas para você, pode ser que a história seja outra – e espero que seja. A narrativa prende o leitor até o final em todos os pontos, principalmente quando a autora passa a construir um enredo fantástico. Ah, já disse que o pano de fundo é um romance? Lana e Max são meus queridinhos.

Uma história sangrenta, violenta e repleta do frescor dos grandes autores, porém, fraca no quesito personagens. Inesquecível na medida certa.

Indicado para todos fãs da autora, e claro, de ficções fantásticas.

rating on - RESENHA: Ano um, por Nora Robertsrating on - RESENHA: Ano um, por Nora Robertsrating on - RESENHA: Ano um, por Nora Robertsrating on - RESENHA: Ano um, por Nora Robertsrating off - RESENHA: Ano um, por Nora Roberts (13.896 votos, média: 4,00 de 5)
loading - RESENHA: Ano um, por Nora RobertsLoading...
Share

Blogueiro, escritor, poeta, professor, ensaísta, cinéfilo, viajante e filantropo. Estudante de Ciências Sociais em busca de uma compreensão mais assertiva do nosso local em sociedade.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com