[RESENHA #334] Ao meu redor, de Elysanna Louzada

São Paulo, 1923.

Depois de passar anos escondida na Europa, Maria Antônia regressa ao Brasil para atender ao pedido desesperado de sua melhor amiga, Sophia. A partir desse momento, a vida que ela criou em Paris começa a desmoronar. Ao chegar a São Paulo, ela começa a reviver seu passado e os piores momentos de sua vida, onde ela e Sophia foram mantidas em cativeiro por anos. As marcas e as cicatrizes do passado que ela esconde por trás dos vestidos e saias longas, estão mais vivas do que nunca. 


Dessa vez, porém, ela terá que encarar um contexto totalmente diferente: uma paixão inesperada e, ao mesmo tempo, o reencontro com o seu carrasco.

LOUZADA, Elysanna. Ao meu redor. Bauru, SP: Astral Cultural, 2019. 224pp

WhatsApp%2BImage%2B2019 05 04%2Bat%2B16.54.49 - [RESENHA #334] Ao meu redor, de Elysanna Louzada

Ao meu redor é um romance histórico escrito pela autora capixaba Elysanna Louzada. O ano é 1911. Maria Antônia, de apenas quinze anos, trabalha em uma casa juntamente com sua tia no interior do Brasil. A relação entre Maria Antônia e sua tia não é das melhores, e como ela mesmo descreve, sua tia sempre jogou em sua cara como foi penoso o fardo de cuidar dela.

— Acha que foi fácil te sustentar?

— Sei que não foi. A senhora faz questão de me lembrar isso todo dia.

[(p.11)]

Certo dia, enquanto trabalhava, Maria percebe uma nova figura na casa, um homem de porte alto, elegante, extremamente bem vestido, com traços fortes e que lhe chama bastante a atenção. Seu nome? Álvaro de Castro. É claro que ficou impossível esconder da tia a atração que sentiu pelo visitante, porém, ele iria embora e não faria mais sentido aquelas sensações, porém, ele retorna, e traz consigo a ideia de levar Maria Antônia para São Paulo, a partir dai, uma série de decisões erradas começam a ser tomadas. Enquanto ele retorna para busca-la em alguns dias, Antônia se prepara para ir para capital, levando juntamente na mala as palavras pesadas de reprovação da tia:

— (…) O que ele deseja é se embriagar na sua juventude.

— Eu não ligo.

— Quer dizer que não vê problema em tornar-se uma rapariga?

[(p.10)]

Por mais que a tia soasse ingrata, seus conselhos com relação à ida da jovem a São Paulo, me pareceram genuinamente francos, porém, Antônia se recusa a ouvi-los e parte para São Paulo. Chegando na capital, Maria Antônia depara-se com uma realidade completamente diferente daquela que viveu, e uma série de acontecimentos fazem ecoar em sua cabeça os conselhos de sua tia e as palavras que confirmavam seu futuro “tornar-se uma rapariga”. No fundo, bem no fundo, aos quinze anos de idade, Maria Antônia sabia que não poderia nem se quisesse tomar Álvaro de Castro como marido, já que ela não possui requintes necessários para tomar o lugar de sua recém falecida esposa.

Quinze anos se passaram, o ano é 1923. Maria Antônia vive em um cabaré na França, e está sempre acompanhada de seu amigo Joseph – uma figura extremamente carismática —, ocasionalmente recebe cantadas de figuras completamente desprovidas de qualquer modo ou educação, e assim se sucedeu com Miguel, um homem que mexe com os sentidos e sentimentos de Maria Antônia, porém, como todo início de paixão, ela não se entrega de primeira e parece se irritar com as investidas do cavalheiro. Onde quer que Antônia vá, Miguel está por lá, incrível como estes dois possuem o dom de se encontrar e desencontrar.

 Após uma noite mal dormida, Antônia decide abrir algumas correspondências e encontra uma carta que faz seu coração congelar, uma carta enviada sob o pseudônimo de Tereza de Almeida. É claro que aquele nome era familiar, era o nome de Sophia Eisen, uma amiga que há exatamente uma década atrás a salvou de um incêndio, e a partir dai, a amizade se fortaleceu e ambas prometeram sempre ajudar uma a outra, e era disto que a carta se tratava: Sophia necessitava urgentemente que Maria Antônia retornasse ao Brasil para explicar-lhe uma situação horrível na qual se encontrava, e claro, para que ela pudesse amparar sua filha em sua ausência, já que sua saúde e estado clínico eram graves. Após muito hesitar, Maria Antônia decide guardar todo o seu passado na mala e parte em um cruzeiro juntamente com Jospeh, e lá, eles retornam a encontrar figuras conhecidas: Miguel, Ricardo – amigo jornalista de Joseph, dentre outros. Agora, Maria Antônia tem de lidar com duas situações extremamente difíceis: Retornar ao país onde viveu por tantos anos e relembrar todos os anos de cativeiro, dor e sofrimento ao lado da amiga Sophia e encarar a real e palpável possibilidade de reencontrar o homem que destruiu a sua vida. Ela estava diferente, maquiada, bem vestida, era uma dama. Mas, quem garante que ela não seria reconhecida? Além do favor que sua amiga tem a lhe pedir, Antônia também possui preocupações com o coração, afinal, ela não queria ceder às hipóteses de Joseph — de que estaria apaixonada por Miguel —.

WhatsApp%2BImage%2B2019 05 04%2Bat%2B16.57.11%2B%25282%2529 - [RESENHA #334] Ao meu redor, de Elysanna Louzada

Honestamente eu gostaria de possuir as palavras necessárias para descrever esta obra. Em toda a minha vida como leitor, eu nunca imaginei que fosse me apaixonar tanto por um romance como me apaixonei por este. Aqui, a autora consegue delinear toda uma história de dor, sofrimento, crescimento, dívidas e de muita amizade em suas páginas. Maria Antônia é uma figura extremamente forte, emponderada em uma sociedade completamente patriarcal. Não sei ao certo como descrever como me senti ao ler este livro, a única coisa que realmente valha a pena dizer é minha vontade de que esta obra tenha outros inúmeros volumes, pois uma personagem tão bem construída merece mais que uma história, merece um império.

Este foi o meu primeiro contato com a escrita de Elysanna Louzada, e honestamente, espero que tenha muitos outros e que todas as suas obras sejam ricas e repletas do rigor que esta narrativa apresenta. Esta é uma história onde o autor terá que se deslocar da sua zona de conforto e começar a ligar uma parte e outra para obter algumas explicações, há muito da história e do passado da protagonista nas entrelinhas: o passado de sua mãe, sua vida conturbada com a tia, sua vida no interior, Álvaro de Castro, Álvaro Dias, sua vida na França, seu retorno ao Brasil, sua dívida com Sophia Eisen, sua paixão por Miguel, sua amizade com Joseph. Enfim, este livro é um prato cheio para todo bom leitor que busca aventurar-se nas histórias repletas de suspense e paixão de uma verdadeira escrita brasileira.

O livro é o mais novo lançamento a compor o catálogo da Astral Cultural, e cá entre nós, merece o destaque de um best-seller. 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3.857 votos, média: 5,00 de 5)
loading - [RESENHA #334] Ao meu redor, de Elysanna LouzadaLoading...
Share

Blogueiro, escritor, poeta, professor, ensaísta, cinéfilo, viajante e filantropo. Estudante de Ciências Sociais em busca de uma compreensão mais assertiva do nosso local em sociedade.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com