Tempo como matéria poética

IMG 20190131 WA0006 768x1024 - Tempo como matéria poética
Ao
Tempo Poemas
é um livro de poemas, o primeiro da professora
paulistana Cristina Macena. A obra publicada pela Editora Penalux reúne cerca
de cem páginas pelas quais a autora discorre sobre temas diversos da nossa
existência, mas que se conectam por um ponto comum a tudo: o tempo. Mais que um
livro, é também um diálogo permanente com quem lê, acarretando no conceito de tempo
como infinito pelo sentir. “O
tempo é poesia vivida e, principalmente,
esperada”, explica Macena.
 A
própria condição
do Ser se relaciona ao tempo, numa
confluência íntima. O tempo, portanto, é infinito pelo sentir, porque perdura
na lembrança que carregamos, no desejável, no futuro, na dor, no sonho. E
desperta assim a memória, o sentido, a lembrança, o vazio, a angústia, a
relação com o que foi, com o que é e com o que talvez será”.
E acrescenta
ainda: “
Os
Os poemas são resultado da ação desse tempo. Carregam em si a própria dinâmica
do tempo: o se encontrar, reencontrar, se perder, a eterna busca. Nesse sentido,
minha poesia é um brinde, uma celebração ao tempo
,
conclui.
Os
poemas de Cristina Macena também trazem a ideia do desabrochar, as estações do
ano, a ação e reconhecimento do tempo: a mudança e a permanência inerente a
cada um de nós.
O livro
será oficialmente lançado no dia 15 de março, sexta-feira, a partir das 18h, na
Biblioteca Mário de Andrade (R. da Consolação, 94 – São Paulo, capital).
A obra
já esta disponível para compra e pronto envio na livraria on-line da editora:
SOBRE A
AUTORA
cristina macena - Tempo como matéria poética
Cristina
Macena é poeta, professora de filosofia, estudante das artes em geral,
apaixonada por criação. Transitou pelo teatro e pelo cinema, escreveu e dirigiu
peças de teatro e organizou instalações artísticas com alunos do ensino médio.
Participou da criação e produção de curtas-metragens enquanto estudante,
exibidos em espaços culturais como MIS e CCSP. Tem para si que escrever é sair
da Caverna, aquela de Platão, e ir ao encontro do sol. Finalmente lança seu
primeiro trabalho, para solidificar o que arquiteta há muito tempo. Inclusive, Tempo
parece ser sua palavra-companheira.

Blogueiro, escritor, poeta, professor, ensaísta, cinéfilo, viajante e filantropo. Estudante de Ciências Sociais em busca de uma compreensão mais assertiva do nosso local em sociedade.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com